No dia 27 de setembro de 1990 quando a irmã Agustina se encontrava reunida com um grupo de jovens, uma integrante do “Sendero Luminoso” a viu enquanto ela buscava uns limões, ela a obrigou a se apresentar diante do chefe do movimento armado. Depois que o chefe terminou de falar, levou uma lista de pessoas que seriam executadas e ali se mencionava à irmã Luisa, que pertencia também à Congregação do Bom Pastor, mas em virtude dela não estar ali disseram a Agustina: “Tu pagarás por ela”. Junto com ela se encontrava: Juan Pérez Escalante, Luis Pérez Marín, Pedro Pizarro, Efigênia Marin de Pérez.

Maiores Informações (PDF)